Expectativas com um laço

Sempre fui um homem de poucos amores, sério… Não sei se pelo pai dedicado qu há 27 anos cuida de nossa família e ama incondicionalmente minha mãe, mas nunca fui aquele modelo de homem que se encontra por aí: que quer saber de beijar o maior número possível de bocas numa balada não importando se, ao final, não saberá o nome de nenhuma delas.

Sempre fui um cara charmoso (se você achar convencimento, perdoa esse que vos fala, não é a intenção) é verdade, aprendi a conquistar uma mulher, entendo a mente desse ser superior, do que elas gostam. Tá, como disse pode parecer pretensão, mas consigo sim conquistar uma pessoa com um olhar, um jeito de falar, com aquela percebida no corte de cabelo novo e isso, meus amigos, foi por muitas vezes mais causa de problemas do que vantagens.

Como disse tive poucos amores, amores que duraram muito, algumas aventuras também… que podem ter deixado cicatrizes na outra parte e por isso peço desculpas, perdão. É fato que em algumas vezes me perdi na própria conduta, agradei demais, exigi de menos, liberdade foi confundida com libertinagem mas isso não vem ao caso. São águas passadas que não movem moinhos.

Quando comecei a escrever esse blog eu tava saindo de um amor duradouro, que depois se revelou um poço de sentimentos menos nobres… Tava entrando numa aventura, que não ia a lugar nenhum (e graças à força universal que rege essa parada aqui acordei).

Sai dessa aventura e entrei em uma outra, que vou confessar, tá sendo parada dura cujos detalhes vou colocar aqui num outro post.

Bom, a verdade é foram poucas as vezes que, quando decidi ficar com alguém, fui rejeita e isso me fode… Sério, sem vaselina ou KY… Eu piro e alterno fazes de romantismo extremo e decisão com negação e indiferença. Pode não ser a melhor maneira de lidar com esse tipo de questão, mas daí o modo como eu lido com algumas coisas também é matéria pra outro post.

Ontem durante o dia eu tava no modo indiferença e negação, coisa que mudou completamente à noite (fazer oque, como li no Não2Não1, um ótimo blog do qual virei leitor de carteirinha não podemos viver sob a coerência total). Essa guinada de opinião que tá durando até agora me fez pensar num presente para a pessoa motivo dessa míriade de sentimentos.

Foi um comentário dela que me fez criar o presente, pensado nos mínimos detalhes para agradar em cheio e talvez resolver as questões que impedem que esse talvez grande amor aconteça, comecei a organizar os elementos na hora do almoço, juntando-os com na convicção de quem iria agradar em cheio. Um cachecol, rosas (uma de cada cor, chocolates) e um bilhete que diz “para a mulher que tem tudo” e só.

Caixa colorida, fita, duplo laço, papel de seda no forro… perfeito! Faria inveja em quem o visse eu acho.

Pretendia leva-lo na surdina, deixar com o porteiro para que na volta do dia, da balada, do cinema ou sei lá oque ela o encontrasse mas, pela conjunção de fatores cósmicos, carnais, espirituais, energéticos e tudo mais o que o valha quando eu estaciono o meu carro à frente da garagem, ligando o pisca alerta para o que seria uma parada mais do que rápida o que eu encontro saindo da garagem com o carro? Pois é… pedi tanto para que ela estivesse em casa para receber o resultado do meu apego e dedicação que dei de cara com ela. Entreguei a “jóia” num misto de correria, susto e indiferença e negação: “oi, vim te deixar isso, tudo bem? tô atrasado, depois você o vê, tchau”… Idiota!!! Talvez eu tenha estragado a surpresa, talvez a tenha melhorado, talvez eu nem vá conhecer o resultado disso tudo, ou talvez o resultado seja o início a continuação do maior amor da minha vida. Prefiro viver assim, às vezes, quando tenho coragem… Rs.

Até… Volto para contar qual foi o resultado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: